Livros de Rotear

Data de publicação
2009
Categorias
Um «livro de rotear» é, genericamente, uma compilação de roteiros. Todavia, o mais antigo roteiro conhecido e redigido em língua portuguesa inicia-se pela expressão «este livro é de rotear». Está transcrito no chamado «Manuscrito de Valentim Fernandes», compilado por este impressor alemão residente em Lisboa, para satisfazer a curiosidade do humanista Konrad Peutinger sobre as navegações portuguesas. Pela sai estrutura, é evidente que tomou por modelo os roteiros mediterrânicos e portulanos; mas alarga, naturalmente, a descrição das costas africanas para além dos limites alcançados pelos textos de origem mediterrânica que lhes serviram de modelo e também fornece as distâncias em léguas, em lugar de milhas, que eram referidas naqueles textos. Segundo Magalhães Godinho, este roteiro português deve datar de c. 1485, data aproximada que se pode inferir no contexto, de modo convincente.

Bibliografia: O Manuscrito de Valentim Fernandes, edição de António Baião, Lisboa, 1940.

Artigo originalmente publicado no Dicionário de História dos Descobrimentos Portugueses, dir. Luís de Albuquerque, e reproduzido por cortesia do Círculo de Leitores