Pero Correa Craveira

Autor
Data de publicação
2009
Categorias
Período
Área Geográfica
Mercador residente em Macau na primeira metade do século XVII foi oponente da Companhia de Jesus na questão da Ilha Verde em 1621. Esteve ao lado dos jesuítas na contradição sobre a eleição do novo Governador do Bispado da China em 1622-1623. Neste âmbito passou uma certidão a favor dos seguidores de S. Francisco Xavier em 25 de Janeiro de 1623. Foi Escrivão da Santa Casa da Misericórdia em 1626, 1627, e 1628. Participou no debate de 1631-1637 sobre o novo tipo de eleição do feitor da viagem do Japão imposto pelo Vice-Rei Conde de Linhares segundo proposta do Desembargador Sebastião Soares Pais.

Bibliografia:
ALVES, Jorge dos Santos, «Os jesuítas e a «contenda da Ilha Verde». A primeira discussão sobre a legitimidade da presença portuguesa em Macau (1621)», in A Companhia de Jesus e a Missionação no Oriente, Actas do Colóquio internacional promovido pela Fundação Oriente e pela Revista Brotéria, Lisboa, Brotéria-Revista de Cultura, Fundação Oriente, 2000. PENALVA, Elsa, A Companhia de Jesus em Macau (1615-1626), Universidade de Lisboa, 2000 (dissertação de Mestrado policopiada), idem, Lutas pelo Poder em Macau (c. 1590-c.1660), 2005 (dissertação de doutoramento policopiada).