Luís Brito de Almeida

Data de publicação
2009
Categorias
Período
Área Geográfica
Entradas associadas
4º governador-geral do Brasil

Luís Brito de Almeida serviu como escrivão da Misericórdia de Lisboa, numa altura em que a cidade estava assolada pela peste. Como recompensa, o rei atribuiu-lhe o cargo de governador-geral do Brasil. Foi nomeado a 10 de Dezembro de 1572 e governou até 1578.

Após a morte de Mem de Sá, o Brasil foi dividido em duas partes, cada uma com o seu respectivo governador. A zona Norte do território ficou sob o comando de Luís Brito de Almeida e a região Sul, a partir de Porto Seguro, foi confiada a António Salema.

O governador da região setentrional reuniu-se com António Salema antes deste se dirigir ao Rio de Janeiro e, na cidade de Salvador, escutaram os pareceres do ouvidor-geral, Fernão da Silva, bem como dos jesuítas e decidiram alterar a legislação respeitante à escravização dos índios. Estas leis originaram abusos por parte dos colonos e fizeram com que se regredisse na questão da liberdade dos índios defendida por Mem de Sá.

Durante o seu governo teve de reprimir os índios rebeldes, a norte da Baía, fundando a vila de Santa Luzia numa zona rica em pau-brasil e que veio a dar origem à capitania do Sergipe. Participou numa outra expedição ao rio da Paraíba, onde os índios se revelavam particularmente ameaçadores para os colonos.

Dedicou-se também à pesquisa de minérios e pedras preciosas. Enviou António Dias Adorno ao sertão com o objectivo de encontrar a grande mina de esmeraldas que Sebastião Fernandes Tourinho já teria encontrado. Ao regressar da dita serra das Esmeraldas, Adorno trouxe uma grande quantidade de turmalinas verdes e azuladas.

Bibliografia:
CAMPO BELO, Conde de, Governadores Gerais e Vice-Reis do Brasil, Lisboa, Agência Geral das Colónias, 1935. Nova história da expansão portuguesa, dir. Joel Serrão e A. H. Oliveira Marques; vol.VI, O império luso-brasileiro: 1520-1620, coord. Harold Jonhson e Maria Beatriz Nizza da Silva, Lisboa, Estampa, 1992. VARNHAGEN, Francisco Adolfo de, História Geral do Brasil: antes da sua separação e independência de Portugal, São Paulo, Ed. Melhoramentos, 4ªed., 1948.