Gaspar de Castro (1561-1626)

Data de publicação
2009
Categorias
Período
Área Geográfica
Religioso da Companhia de Jesus que trabalhou especialmente no Japão. Nasceu em Braga, por volta de 1561, e faleceu em Higo, a 7 de Maio de 1626. Entrou na Companhia em 1578 e foi durante seis anos enfermeiro, em Coimbra. Em 1588, partiu como companheiro do bispo D. Sebastião de Morais e foi o único membro da comitiva episcopal que escapou à epidemia que deflagrou a bordo da nau São Cristovão. Prosseguiu os seus estudos em Goa, onde foi ordenado sacerdote. Depois, em 1593, acompanhou D. Pedro Martins e chegou com ele ao Japão, em 1596. Permaneceu no Japão até Março de 1615. Trabalhou sempre em Nagasáqui, ou nas suas imediações; em 1603 estava no colégio da cidade, depois, em 1606 e 1607 é referido na residência de Fukahori, e em 1613 reencontramo-lo em Nagasáqui, na casa anexa ao hospital de Santiago, cuidando também de algumas comunidades dos lugares vizinhos. Fez votos de coadjutor espiritual formado a 8 de Junho de 1603, em Nagasáqui. Terá partido para o exílio em Novembro de 1614 mas regressou ao arquipélago nipónico em 1620 e foi trabalhar para a península de Shimabara. A 7 de Março de 1623, assinou o documento contra as calúnias dos frades; chegou a ser aprisionado em Higo, mas foi libertado.

Bibliografia:
COSTA, João Paulo Oliveira e, O Cristianismo no Japão e o Episcopado de D. Luís de Cerqueira, dissertação de doutoramento em História apresentada à Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 1998 (texto fotocopiado). Monumenta Historica Japoniae, dir. de Josef Franz Schütte S. J., Roma, Institutum Historicum Societatis Iesu, 1975.