Diogo Fernandes Correia

Data de publicação
2009
Categorias
Período
Área Geográfica
Este cavaleiro da Casa Real partiu para a Índia, como capitão da armada de 1502, com a nomeação de feitor de Cochim. Para além deste cargo, que desempenhou até 1505, data em que terá regressado ao Reino, Diogo Fernandes foi deixado por Vasco da Gama como juiz do peso da pimenta de Cochim. Em 1515, temos notícias de um Diogo Fernandes Correia, fidalgo, cavaleiro da Ordem de Cristo.

Bibliografia:
LACERDA, Teresa, Os Capitães das Armadas da Índia no Reinado de Manuel I - uma avaliação social, Cascais, Câmara de Cascais, 2008, no prelo.