Manuscrito Valentim Fernandes

Data de publicação
2014
Categorias
Uma personagem que se destacou na disseminação internacional de notícias sobre os Descobrimentos Portugueses foi Valentim Fernandes, oriundo da Morávia, que viveu em Portugal a partir dos anos 90 do século XV até à sua morte, que ocorreu ou em 1518 ou no ano seguinte. Valentim Fernandes, que, segundo Artur Anselmo, era “certamente a maior figura da arte tipográfica portuguesa nesta época”, não se notabilizou apenas pelas suas obras tipográficas, mas também pela colecção de escritos e notícias acerca das viagens dos Descobrimentos e pela sua transmissão a eruditos e mercadores, situados em Nuremberga e Augsburgo no Sul do Sacro Império Romano-Germânico. Aí, Conrad Peutinger foi um dos principais receptores das novas. O afamado humanista e conselheiro de Maximiliano I possuía uma colectânea notável de documentos referentes à Expansão Portuguesa, da qual fazia parte o denominado “Manuscrito Valentim Fernandes”. Trata-se de um volume que inclui vários textos e que foi encontrado, em meados do século XIX, em Munique (Bayerische Staatsbibliothek, Codex hispanicus, 27). Esta preciosa colecção, composta pelo famoso impressor, provavelmente no segundo quinquénio do século XVI, contém documentos redigidos em latim e em português. Os escritos – parcialmente textos fragmentários – não estão organizados por ordem cronológica o que dificultou uma classificação exacta das fontes. A. A. Banha de Andrade dividiu os documentos em dois blocos temáticos relacionados com aspectos geográficos das navegações portuguesas, ou seja, numa série “africana” e outra “oriental”. Em conformidade com este esquema, a série oriental inclui:

• o relato do alemão Hans Mayr sobre a expedição à Índia em 1505/06, relato este que foi provavelmente ditado por Fernão Soares, capitão da nau em que Mayr fez a viagem (“Da viagem de dom francisco dalmeida primeyro visorey de India. E este quaderno foy trelladado da nao sam raffael em q hia hansz mayr por escriuam da feytoria. E capitam fernam suarez. Viagem e cousas de dom francisco viso rey de India escrito na nao sam raffael do porto, capitam fernam suarez”);

• uma descrição de um autor anónimo acerca da “India” e “Das ylhas de Dyue [= Maldivas]”.

A série africana contém:

• uma descrição da costa africana, de Ceuta à Serra Leoa, elaborada com base nos testemunhos de navegadores portugueses (“Çepta cidade em ho estreito herculeo em frõnte de Gybraltar”);

• uma relação histórico-geográfica de diversos arquipélagos e ilhas atlânticas (Canárias, Madeira e Porto Santo, Açores, Cabo Verde, São Tomé e Ano Bom) com mapas desenhados pelo próprio Valentim Fernandes (“Das Ylhas do mar oceano”)

• um sumário da Crónica de Gomes Eanes de Zurara (“Cronica da Guiné”);

• o relato do navegador Diogo Gomes de Sintra sobre o descobrimento da Guiné, também designado por “Relato Behaim-Gomes” (“De prima inuentione Guinee”);

• um roteiro para a navegação da Galiza a São Jorge da Mina (“Este liuro he de rotear...”).

Não se sabe ao certo quando os documentos do “Manuscrito Valentim Fernandes” chegaram às mãos de Conrad Peutinger. Supõe-se que os textos desta colecção foram enviados, de forma solta, ao humanista alemão que os deixou encadernar. No início dos anos 40 de Quinhentos, Damião de Góis viu o valioso volume na biblioteca de Peutinger, afirmando que este o cuidava como um tesouro, não o querendo emprestar a ninguém, apesar de não entender a língua portuguesa.

Bibliografia:
Biblioteca Nacional de Portugal, Manuscritos Iluminados, 154; BAIÃO, António (ed.), O Manuscrito Valentim Fernandes, Lisboa, 1940; Códice Valentim Fernandes, leitura paleográfica, notas e índice de José Pereira da Costa, Lisboa, 1997; ANDRADE, António Alberto Banha de, Mundos Novos do Mundo. Panorama da di¬fusão, pela Europa, de notícias dos Descobrimentos Geográficos Portugueses, 2 vols., Lisboa, 1972; ANSELMO, Artur, Origens da imprensa em Portugal, Lisboa, 1981; HENDRICH, Yvonne, Valentim Fernandes – Ein deutscher Buchdrucker in Portugal um die Wende vom 15. zum 16. Jahrhundert und sein Umkreis, Frankfurt am Main, 2007; JÜSTEN, Helga, Valentim Fernandes e a literatura de viagens, Lagos, 2007.