4º Visconde de Lagoa (1898-1957)

Data de publicação
2009
Categorias
João António de Mascarenhas Júdice.

Nasceu em Lagoa, a 27 de Outubro de 1898, filho de António Maria Mascarenhas Júdice e de Maria Mascarenhas Grade Júdice. Por determinação do monarca exilado D. Manuel II, tomada em Julho de 1924, assumiu o título de visconde de Lagoa, o qual andava na sua família desde o reinado de D. Pedro V. Faleceu em Lisboa, a 12 de Julho de 1957.

O visconde de Lagoa recebeu formação académica superior na área da Engenharia, mas foi como historiador da Expansão Portuguesa que firmou créditos. Começou por desenvolver o seu labor por iniciativa própria, tendo ganho enquadramento institucional, a partir de 1946, quando ingressou nos quadros da Junta das Missões Geográficas e de Investigações do Ultramar, na qualidade de investigador-historiador. Foi ainda colaborador da Academia Portuguesa de História, do Centro de Estudos Históricos Ultramarinos, do Instituto de Coimbra, do Instituto Português de Arqueologia, História e Etnografia e da Sociedade de Geografia de Lisboa.

Ao longo da sua vida, o visconde de Lagoa deu à estampa diversos trabalhos, entre estudos, edições críticas de fontes narrativas e cartográficas e instrumentos de trabalho. Destacam-se no âmbito desta produção duas obras, que não chegou a completar: Grandes e Humildes na Epopeia Portuguesa do Oriente (3 vols., Lisboa, s.n., 1942-1947), um dicionário antroponímico, e o Glossário Toponímico da Antiga Historiografia Portuguesa Ultramarina (4 vols., Lisboa, Junta das Missões Geográficas e de Investigações do Ultramar, 1950-1954), em que inventariou os locais associados à presença portuguesa na Ásia e na Oceânia (os lugares da África, da América e do Atlântico estavam reservados para a segunda parte da obra) e estabeleceu a respectiva correspondência com a toponímia contemporânea.

Bibliografia:
IRIA, Alberto, «Visconde de Lagoa: Notas Bio-Bibliográficas», in Stvdia, nº 1, Lisboa, Agência Geral do Ultramar, 1958, pp. 359-379.



Ver Glossário Toponímico da Antiga Historiografia Portuguesa Ultramarina